TRADIÇÃO & MODISMO

SANTO DO DIA

São Gonçalo Amarante – Casamenteiro


                     Frei Gonçalo de Amarante 

    Santo Casamenteiro – mulheres mais velhas 

O seu amor apostólico, que o fazia ser um sinal em meio à sociedade da qual fazia parte.

Frei Gonçalo, fez muitas peregrinações que enriqueceram sua vida espiritual assim como em sua vida apostólica. 

Ele foi até Roma, visitou diversos túmulos, como de São Pedro e de São Paulo.

Frei Gonçalo de Amarante, nasceu no século XIII, em freguesia de Tagilde, próximo de Guimarães, no norte de Portugal. 

Sua família era nobre e o sobrenome era Pereira. 

Desde cedo Frei Gonçalo começou a entender seu chamado para o sacerdócio e passou a ter sua formação humana e cristã. 

Ele passou inicialmente pelo Convento Beneditino e depois por Braga, local onde foi ordenado pelo Arcebispo. 

Não levou muito tempo até que Gonçalo se tornasse abade em São Paio.

Frei Gonçalo conheceu todos os lugares santos pelos quais Jesus Cristo passou e seu amor por nosso senhor foi crescendo ao longo de todo seu caminho. 

Após seu retorno das peregrinações, Frei Gonçalo de Amarante se sentiu com mais forças para evangelizar o povo. 

Ele discerniu então sua vida religiosa e passou a fazer parte da família dominicana, de onde vem o “frei” que acompanha seu nome. 

Já o “Amarante”, vem da cidade para onde ele foi em missão, a cidade de Amarante. 

Gonçalo ficou inclusive conhecido como o segundo fundador desta cidade, pois o seu amor apostólico o levava a ser um sinal no meio da comunidade.

O Mosteiro de São Gonçalo de Amarante, está situado junto à Ponte de Amarante, no centro da Cidade de Amarante, Distrito do Porto, Portugal. 

Monumento Religioso de grande envergadura que guarda os restos mortais de S. Gonçalo numa das secções do Mosteiro em urna com a sua figura esculpida. 

Como era um santo casamenteiro, sobretudo de mulheres mais velhas, foi entretanto criado um doce com forma fálica como símbolo da fertilidade.


ORAÇÃO PARA FREI GONÇALO DE AMARANTE PARA ALCANÇAR TODAS AS GRAÇAS

Faça sua oração para o santo do dia de hoje para alcançar as graças desejadas:

Ó admirável São Gonçalo! Glória de Portugal, Luz de Amarante e de toda a Santa Igreja, apóstolo com todos os predicados e cheio da gloria de Deus, mártir do desejo, virgem puríssimo, vaso ungido de celestial pureza, espelho de perfeita humildade e sabedoria, é o gozo dos coros angelicais, terror dos hereges e dos espíritos infernais que o teu nome temem e tremem e com seus estupendos milagres e graças, é o refúgio e consolo de seus devotos. Hoje dou mil graças por tão singulares excelências que foi adornada tua alma puríssima e me alegro que agora sejas glorificado na pátria celestial em companhia do coro dos anjos. 

Ó milagroso Santo! Que por sua virtude o Divino Infante deu a vida temporal e espiritual a tantos mortos, vista a tantos cegos, ouvidos a tantos surdos, pernas aos aleijados, fala aos mudos e saúde a inúmeros enfermos, converte a nós para que se retire dos nossos corações as culpas que são a morte da alma e para que possamos ouvir as divinas aspirações e caminhemos com fervor a cumprir a Divina Vontade e a proferir o seu santo nome.

Cure os doentes, sossega o rio, suste a ira do Senhor, redime os encarcerados, a miséria, recupere bens e membros perdidos, e dê saúde aos anciãos e afasta o perigo. São Gonçalo, eu tenho confiança na tua intercessão. Peça por mim junto ao Senhor para que eu consiga a graça de (diga aqui a graça que necessita), e ainda me consiga a especial graça da salvação de minha alma. Tudo para a maior glória de Deus. 

Assim seja. amém ! 

O que mais chama atenção aos visitantes são os famosos doces fálicos de Amarante, que estão associados ao culto (pagão). 

Ao S. Gonçalo são atribuídos dotes de casamenteiro, mas para não haver concorrência com Sto António de Lisboa (casamenteiro das novas), este santo dedicou-se a ser casamenteiro das velhotas por isso é que os doces fálicos são um símbolo associado às preces e rituais das tias solteironas para conseguirem um noivo.

S. Gonçalo de Amarante

Brincalhão e galhofeiro,

Vós sempre fostes das velhas

Devoto casamenteiro.

Se fordes ao S. Gonçalo

Trazei-me um S. Gonçalinho.

Se não puderdes co’ele grande,

Trazei-me um pequenininho!

Amarante

São Gonçalo de Amarante

Santo bem casamenteiro

Antes de casar as outras

A mim casai-me primeiro

São Gonçalo de Amarante

Casai-me que bem podeis,

Já tenho teias de aranha,

Naquilo que vós sabeis.

São Gonçalo de Amarante

Feito de pau azevinho

Dai-me força no vergalho;

Como porco no focinho

São Gonçalo de Amarante

Que estás virado prá vila

Virai-vos pró outro lado

Que vos dá o sol na pila

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s